A carregar eventos

« Todos os Eventos

  • Este evento já ocorreu.

7ª ACADEMIA DE FLAUTA DE VERÃO

Julho 25 - Julho 31

7ª ACADEMIA DE FLAUTA DE VERÃO

25 a 31 de Julho de 2019

- Tomar -

Birgit Ramsl-Gaal

Gudrun Hinze

Claudia Walker Moore

Stephanie Wagner 

Raquel Lima

Ensemble de Flautas com Simão Francisco

Música de Câmara

Exposição de Flautas, Relaxamento Progressivo, Simulação de Audição para Orquestra, e muito mais!

A Academia

Desde a sua criação em 2013, a Academia de Flauta de Verão tem sido um lugar de encontro para flautistas portugueses e estrangeiros. Com o valioso apoio de várias instituições, a AFV trouxe a Portugal solistas de alto renome como Philippe Bernold, Paolo Taballione, Gudrun Hinze, Natalie Schwaabe e Aldo Baerten. Na sua 7ª edição, a AFV terá a honra de dar as boas vindas à jovem solita da Volksoper em Vienna, Birgit Ramsl-Gaal, e voltamos a encontrar a incrível Gudrun Hinze.

Os alunos selecionados para participar activamente na AFV têm assegurado o contacto muito directo e pessoal com todos os docentes e convidados especiais. Este privilégio oferece-lhes a possibilidade de não só tocar em várias masterclasses, mas também de trocar impressões, discutir temas do seu interesse e aprender com todos, não só ao nível musical mas também pessoal.

Com cada edição, a AFV tem alargado a oferta de workshops, tendo já organizado workshops de Técnica Alexander, Percussão Corporal, manutenção da flauta, saídas profissionais, e palestras sobre os direitos de autor. Em 2018 juntaram-se a esta selecção uma sessão de yoga para flautistas e uma tarde de danças barrocas. Todos os anos é oferecido um workshop especial, o …em foco…Apresentação de Trabalhos Académicos apresentado por um participante da AFV.

Em 2014 a AFV iniciou um Concurso de Composição, com o apoio da Scherzo Editions, que também publica as obras vencedoras. Este concurso cria um contacto muito directo entre compositores, uma editora de renome internacional e os flautistas que estreiam a obra. Durante a semana da AFV os compositores são convidados a participarem em ensaios das suas obras, conhecerem melhor as flautas grandes e trabalharem directamente com o Presidente do Júri do Concurso de Composição da AFV, o Prof. Chagas Rosa (Universidade de Aveiro) e a jovem compositora Ângela da Ponte.

A AFV orgulha-se de oferecer muitas oportunidades para expandir o conceito de ser músico, dando aos seus participantes uma visão mais realista e prática do que é esta profissão.

Contamos com o apoio da Verne Q. Powell, da Canto Firme de Tomar, da ESMAE do Porto, da Antena 2 e da DaCapo.

Currículos: 

Birgit Ramsl-Gaal

Birgit Ramsl-Gaal é Solista na Volksoper de Viena e Professora de flauta na Universität für Musik und Darstellende Kunst Wien (mdw).

419;314;008b0e2f4ef1a024dc3a2f2e86cd55a3e5cff179Frequentou a Universität für Musik und Darstellende Kunst Wien, trabalhando com os professores Wolfgang Schulz e Barbara Gisler-Haase, e completou a “Meisterklasse” com András Adorján na Hochschule für Musik und Theater München. Frequentou masterclasses com Aurèle Nicolet, Pierre-Yves Artaud, Michael Martin Kofler, Jean-Michel Tanguy, János Balint e Emmanuel Pahud na “Accademia Chigiana” de Siena. Recebeu bolsas da Fundação de Tóquio, da Fundação Yehudi Menuhin e da Orquestra Juvenil Gustav Mahler, para as quais foi convidada como Flautista Principal, atuando sob os maestros Pierre Boulez e Ingo Metzmacher. Birgit Ramsl-Gaal ganhou prêmios em competições internacionais, como “Jugend musiziert” 1996, “Gradus ad Parnassum” 2000, “Musica Juventutis” 2000, “Pacem em Terris” Bayreuth 2001, o “Mozartpreis Wiesbaden
2004 ” e “Jean-Pierre Rampal “Paris 2005.

Os seus concertos levaram-na a participar em notáveis festivais de música como o Festival de Salzburgo, o Festival Mecklenburg-Vorpommern, o Festival de Música de Verão da Caríntia, o Rheingau Musik Sommer, o Attersee-Klassik Festival e o Festival Latinoamericano de Música Caracas. Além do seu trabalho como solista, ela também tem um interesse especial na música de câmara. Integra formações de música de câmara como o Theophil Ensemble Vienna, o Trio Partout, o conjunto xx.jahrhundert e os Solistas da Orquestra de Salzburgo.

Gravou vários CD’s e participou em transmissões para a televisão e rádio. Birgit dá master classes na Áustria, República Tcheca, Eslováquia, América do Sul e Ásia e é membro do corpo docente da Asian Youth Orchestra em Hong Kong desde 2015.

Mais em www.birgitramsl.at

 

iBirgit Ramsl-Gaal is Principal Flute at the Volksoper Vienna and Professor of flute at the mdw – University of Music and Performing Arts Vienna. She attended the University of Music and Performing Arts Vienna, studying instrumental teaching and instrumental studies with professors Wolfgang Schulz and Barbara Gisler-Haase and completed the Master Class programme under András Adorján at the University of Music and Performing Arts Munich. She draws her inspiration from master classes she attended with Aurèle Nicolet, Pierre-Yves Artaud, Michael Martin Kofler, Jean-Michel Tanguy, János Balint and with Emmanuel Pahud at the “Accademia Chigiana” in Siena. She was awarded grants from the Tokyo Foundation, the Yehudi Menuhin Foundation and the Gustav Mahler Youth Orchestra to which she was invited as Principal Flutist, performing under conductors Pierre Boulez and Ingo Metzmacher. Birgit Ramsl-Gaal has won many prizes at renown national and international competitions such as “Jugend musiziert” 1996, “Gradus ad Parnassum” 2000, “Musica Juventutis” 2000, “Pacem in Terris” Bayreuth 2001, the “Mozartpreis Wiesbaden 2004″ and “Jean-Pierre Rampal” Paris 2005.

For her achievements, the flutist was awarded the “Ehrennadel in Silber” by her native city of Krems. As a soloist, Birgit Ramsl-Gaal has performed all major flute concertos with orchestras such as the Ensemble Orchestral de Paris, the Camerata Hamburg, the Tokyo Chamber Orchestra, the Tonkünstler Orchestra Niederösterreich, the Philharmonia Vienna, the Vienna Symphony Orchestra Baroque Ensemble (Barockensemble der Wiener Symphoniker)as well as the Hongkong Academy Orchestra. In 2014, she gave her debut concerts as a soloist in Japan (at Suntory Hall) and South Korea (at the Seoul Art Center) with the Symphony Orchestra of the Vienna Volksoper. Her concerts have led her to appear at notable music festivals such as the Salzburg Festival, the Festival Mecklenburg-Vorpommern, the Carinthian Summer Music Festival, the Rheingau Musik Sommer, the Attersee-Klassik Festival and the Festival Latinoamericano de Música Caracas.

Apart from her work as a soloist, she is also very passionate about chamber music. The chamber music formations she is a member of include the Theophil Ensemble Vienna, the Trio Partout, the ensemble xx.jahrhundert and the Salzburg Orchestra Soloists. CD recordings of her work as a soloist and a chamber musician, as well as broadcasts on television and on the radio document her musical career. She leads master classes in Austria, the Czech Republic, Slovakia, South America and Asia and has been a faculty member of the Asian Youth Orchestra in Hongkong since 2015.

Gudrun Hinze

377;566;7b01ec33d9c1542644498a6e27b13a024c074448Gudrun Hinze formou-se em Düsseldorf e Essen. Após ter integrado o WDR Sinfonie-Orchester e o MDR Sinfonieorchester Leipzig, ela aceitou o convite de Piccolo Solo no Gewandhaus de Leipzig em 1993.
Gudrun Hinze atuou como flautista na Orquestra do Festival de Bayreuth desde 1999, dando também masterclasses e workshops no piccolo. Publicou já dois CDs de obras da literatura para este instrumento, um na editora Berlin Classics e outro na Talanton Records.
Gudrun Hinze é membro fundador do conjunto de flautas Quintessenz-Leipzig. O quinteto é composto pelos principais flautistas da orquestra do Gewandhaus, da Radio Symphony Orchestra Leipzig e da Staatskapelle Halle. Formado em 1996, este grupo tornou-se um dos conjuntos de flauta mais conhecidos do mundo. A maioria dos arranjos tocados pelo Quintessenz – Leipzig são compostos por Gurdun Hinze, e foram condecorados com prémios internacionais.

Mais informações emwww.quintessenz-leipzig.de

Gudrun Hinze studied in Düsseldorf and Essen. After engagements with the WDR Symphony Orchestra Cologne and the Leipzig MDR Symphony Orchestra, she accepted the position of principal piccoloist in the Leipzig Gewandhaus Orchestra in 1993.

She has also served as piccoloist in the Bayreuth Festival Orchestra since 1999. Hinze is also an ambitioned teacher for her instrument and gives piccolo masterclasses and workshops. Two CDs of works from the piccolo literature document her solo engagements, one released on the Berlin Classics label and one on Talanton Records.

Gudrun Hinze is founding member of Quintessenz- Leipzig flute ensemble. The quintet consists of principal flutists of the Gewandhaus orchestra, the Radio Symphony Orchestra Leipzig and the Staatskapelle Halle. They play together since 1996 and are one oft he most highly renowned flute ensembles in the world. Her personal passion is the creation of arrangements for Quintessenz, most of them have been highly decorated with international rewards.

Claudia Walker

353;353;aeb165511e79fe2308592cce12810e60bc7caa85Claudia Walker formou-se na Juilliard School e no Curtis Institute, estudou com Jeanne Baxtresser, Geoffrey Gilbert, Jeffrey Khaner, e Julius Baker. Enquanto estudante, trabalhou com maestros incluindo Bernstein, Celibidache, Muti, Norrington, Ozawa e Tate. Tocou frequentemente durante vários anos como reforço na New York Philharmonic, sob a direcção de maestros como Dutoit, Mehta, Masur, Slatkin, etc, e gravou vários discos com a orquestra para a Teldec Classics. Foi solista da Nashville Symphony durante uma temporada, onde também tocou a solo e gravou a estreia de Kokopelli de David Amram. Tocou nas orquestras da Y Chamber Orchestra of New York, incluíndo 15 performances dos Concertos de Brandemburgo com artistas como Trevor Pinnock e Jaime Laredo.

Tocou a solo com a Colorado Philharmonic, a Orquesta Sinfonica de Galicia e a Festival Netet e muzikes klasike em Durres, Albania. A sua participação em festivais inclui Tanglewood, Spoleto, e Bach Aria festival. Em 1998 e 2000 foi seleccionada para a World Orchestra for Peace, sob a direcção de Gergiev, com concertos em Baden-Baden e nos BBC Proms em Londres. Esteve num “trial” na Bournemouth Symphony, e como solista convidada na OBC de Barcelona. Em 2014, foi convidada a tocar na Conferência da Associação de Flautas Espanhola, em Sevilha, no Ciclo de Solistas de Orquestra. Em 2017 foi convidada para tocar como 1ª e 2ª flauta na Orquestra Gulbenkian. No mesmo ano, foi eleita para tocar no Festival HandsON Flute, em Aveiro. É solista da Orquestra Sinfónica de Galicia, em La Corunha, Espanha, desde 1992.

Stephanie Wagner

415;277;4c2199e1f33cb16cb12ae304cbc08e3d84ef4b3aStephanie Wagner (stephaniewagner.eu) é, desde Janeiro de 2004, solista do Remix Ensemble Casa da Música, com o qual gravou peças de Emmanuel Nunes, Bernhard Lang, Brice Pauset, António Chagas Rosa e Miguel Azguime. Apresentou-se como solista nas principais salas de Portugal e pela Europa, em obras como …explosante, fixe… e Mémorial de P. Boulez, Tempi concertati de L. Berio, com o maestro Peter Rundel, e Abyss de F. Donatoni com o maestro Emílio Pomarico. Também como solista, participou nos festivais de Salzburgo (Áustria), de Tanglewood (EUA) e no “Serate Mozartiane” (Itália). Foi convidada pelo Drumming – Grupo de Percussão e pelo Grupo Vocal Capella Duriensis entre outros. 
Natural de Lisboa, Stephanie Wagner estudou no New England Conservatory (Boston), com Fenwick Smith (1997 Bachelor of Music com distinção) assim como na Hochschule für Musik und Theater de Munique com K. Schochow, terminando os seus estudos com o grau máximo de Meisterklasse. Participou em master classes com K. Zöller, B. Fromanger e J. C. Gérard. Integrou orquestras como a London Symphony Orchestra (Piccolo solo), a Boston Philharmonic Orchestra, as Sinfónicas de Nuremberga e Munique, tocando como reforço em muitas outras orquestras como a Orquestra Gulbenkian e Orquestra Sinfónica Portuguesa.

Stephanie Wagner gravou para o Bayerischer Rundfunk, a WGBH em Boston e os estúdios MODE Records (Nova Iorque). Foi bolseira da “Villa Musica” de 1999 até 2003. Em 2013, estreou-se no festival Pélérinages (Weimar na Alemanha), integrando o Ensemble Recherche na interpretação da ópera Lohengrin de S. Sciarrino, sob a direcção do compositor e foi solista e workshop-leader no projecto do Serviço Educativo da Casa da Música na peça Studi per l’intonatione del mare de Sciarrino, para solistas e orquestras de 100 flautas e 100 saxofones.

É convidada regularmente para integrar júris de concursos nacionais e internacionais (Prémio Jovens Músicos – Nível Superior, 2010 e 2016). Fundou em 2013 a Academia de Flauta de Verão e em 2014 o Ensemble Éolia. Iniciou o projecto a solo UnlimitedFlutes em 2015. Também em 2015 foi lhe atribuido o Título de Especialista em Flauta, com louvor e por unanimidade do júri, na ESMAE do Porto.

Leccionou na ESMAE – Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo do Porto, na Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa (UCP), na Universidade de Aveiro e na ESART – Castelo Branco.

Stephanie Wagner é desde 2018 professora certificada de Relaxamento Muscular Progressivo (Tao Health, Berlim, Alemanha). Orienta cursos de introdução e dá aulas individuais deste método de relaxamento em Universidades e empresas, aplicando o também no seu ensino da flauta. 

Raquel Lima

362;281;1ad587e433a25e233ed9f8a2e30c1f663ac8eb6fRaquel Lima iniciou os seus estudos musicais aos 3 anos na Academia de Música de Vilar do Paraíso. Licenciou-se na classe do Prof. Eduardo Lucena, na ESMAE. Estudou com Renate Greiss-Armin na Saatliche Hochschule für Musik Karlsruhe – Alemanha (Erasmus). Como Bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian, frequentou uma Pós-Graduação em Flauta na Royal Academy of Music (Londres), com Clare Southworth e Kate Hill, que terminou com Distinção. Trabalhou igualmente Flautim (com Patrícia Morris) e Flauta Barroca (com Lisa Beznosiuk). Nesta escola, realizou concertos a solo, em Música de Câmara, e em Orquestra, sob a direcção de maestros como Lutz Koheler. Com a Orquestra Sinfónica da Royal Academy, realizou uma tournée com Sir Elton John, com concertos em Inglaterra (Royal Albert Hall, Londres) e nos EUA. É Doutorada em Performance pela Universidade de Aveiro.

Participou em Masterclasses de Flauta com alguns dos mais prestigiados flautistas, como Trevor Wye, Patrick Gallois, Vicens Prats, Phillipe Bernold, Aurèle Nicolet, William Bennett, Felix Renggli, Maxence Larrieu, Peter Lloyd, entre outros, de Traverso com Peter Holtslag e Karl Kaiser, e de Música de Câmara com Alberto Ponce, Roland Dyens, Ketil Haugsand e Peter Holtslag.

É reforço do Remix Ensemble: participou em digressões por vários pontos do país e estrangeiro (IRCAM e Centro Georges Pompidu, em Paris, Cité de la Musique, em Estrasburgo, Radial System, em Berlim, Mozartsaal em Viena, Casa da Música, Fundação Calouste Gulbenkian, Culturgest, Teatro Angrense), fazendo também estreias nacionais ou absolutas. Integrando ainda o Remix Ensemble, participou na gravação de um Cd com obras de Emmanuel Nunes. Neste Ensemble já trabalhou directamente com compositores como Emmanuel Nunes, Helmut Lachenmann, Bent Sorensen, João Rafael, Isabel Soveral, entre outros.

Tem colaborado também com: Orquestra Sinfónica da Galiza, Orquestra Gulbenkian, Orquestra Sinfónica Portuguesa, Sond’Arte Electric Ensemble, Orquestra Nacional do Porto, Drumming, Filarmonia das Beiras, Orquestra da Póvoa, Orquestra de Câmara Musicare; já tocou sob a direcção de maestros como Lorin Maazel, Jesus Lopez-Cobos, Peter Rundel, Emilio Pomàrico, Stefan Asbury, Peter Eotvos, Alberto Zedda, Muhai Tang, Leone Magiera, Giovanni Antonini, e com solistas como Angela Gheorghiu, Mischa Maisky, Christian Lindberg, Christoph Prégardien, Pierre Strauch, Anu Komsi, G. Capuçon, Elisabete Matos, Vladimir Viardo e Luciano Pavarotti. Com estas Orquestras realizou concertos por todo o país e em Espanha. Tocou na abertura da “Porto 2001, Capital Europeia da Cultura”, transmitida pela RTP. Foi 1º Flauta da Orquestra Académica do Porto e integrou a Orquestra Sinfonieta da ESMAE.

Participou em diversos Festivais de Música: Festival MaerzMusik (Berlim), Festival Musica (Estrasburgo), Festival “Wittener Tagen fur Neue Kammermusik” (Witten, Alemanha), Festival Agora (Paris), Festival de Música Viva/Entr’artes de Oeiras, Festival Mozart de La Coruña, Festival Internacional de Música de Coimbra, Festival Internacional de Música de Espinho, Festival Internacional de Música de Gaia, Festival de Música de Alcobaça, Festival de Música da Póvoa de Varzim, Festival de Ópera de Óbidos, Festival Internacional de Guitarra de Santo Tirso, Festival de Ópera de Ponte de Lima, entre outros.

Já se apresentou como solista com o Remix Ensemble, a Orquestra Sinfonia de Varsóvia, a Sinfonieta, a Orquestra Filarmonia das Beiras, a Orquestra Filarmónica de Válcea (Roménia), e o Ensemble da Universidade Católica do Porto.

Integra o Duo de Flauta e Guitarra Duo Pourquoi Pas, com o qual lançou um Cd, e prepara o lançamento do segundo. É membro do Quinteto de Flautas Éolia. Participa em recitais a solo e em Música de Câmara, em importantes salas e eventos do país e do estrangeiro (CCB, Fundação Gulbenkian, Rivoli, Salle Gaveu (Paris), Ateneu de Bucareste, Festival Internacional de Guitarra de Santo Tirso, entre outros).

Destacam-se os seguintes prémios em concursos: 1º Prémio no Concurso Internacional Friedrich Kuhlau, em Uelzen, Alemanha, em 2009; Semi-finalista no Concurso Jean-Pierre Rampal, em Paris, em 2008, ganhando também o Prémio de Melhor Interpretação da obra obrigatória, de H. Dufourt; Finalista no 1º Concurso Internacional de Flauta Theobald Bohem, em Munique, em 2006; em 2005 obteve o Primeiro Prémio no Concurso Internacional de Flauta “Jeunesses Musicales Bucharest”, na Roménia. Foi-lhe atribuído um 1º prémio no Concurso Helena Sá e Costa e foi Semi-Finalista no Concurso Internacional Mauro Giuliani, em Bari, Itália, com o duo Pourquoi Pas. Foram-lhe atribuídos prémios e distinções escolares. Na Royal Academy of Music obteve o Chris Taylor Flute Award e obteve a classificação de Commended no Burcher Memorial Prize. Foi Bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian desde 1995 até 2000.

Em 2009 a Câmara do Porto lançou um documentário sobre a sua formação enquanto Flautista, no âmbito do projecto “Porto de Futuro”.

Em 2011, A Royal Academy of Music de Londres concede-lhe o prestigiado título de Membro Associado “ARAM”.

Lecciona Masterclasses em Portugal e no estrangeiro (é organizadora da “Academia de Flauta de Verão”), e integra júris de concursos nacionais. Lecciona na Escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo do Porto.

Simão Francisco

383;398;6a7226f150d93698b687160b49ff3f65749ad231Simão Francisco, natural de Tomar, onde iniciou os seus estudos musicais na Sociedade Filarmónica Gualdim Pais, ingressa em 2006 na ESMAE – Escola Superior de Música e das Artes do Espetáculo do Porto – na Classe de Flauta, onde obtém o grau de licenciado na classe da Professora Raquel Lima. É Mestre em Ensino de Música, grau obtido na Escola Superior de Artes Aplicadas de Castelo Branco – ESART. Obteve formação com flautistas como Nuno Inácio, Stephanie Wagner, Olavo Barros, Vasco Gouveia, Katharine Rawdon, Vera Morais, Thies Roorda, entre outros. Colaborou com Orquestras como Sinfonieta da Esmae, Orquestra de Câmara da Gulbekian (Braga), Momento Perpetuum, Orquestra de Sopros dos Templários, Verão Amizade e Estágio da Banda Sinfónica da Covilhã, no qual foi chefe de naipe convidado. Nestes agrupamentos trabalhou com prestigiados maestros, entre os quais, Alberto Roque, Jean-Sebastien Berreau, Bruno dal Bom, Yuri Nasushkin, Martin André, Jouke Houekstra, Erik Janssen, António Saiote e Reinaldo Guerreiro.

Desenvolve atividade enquanto maestro, sendo presentemente maestro titular da Orquestra de Sopros do Médio Tejo (OSMT), da Orquestra Sinfónica de Thomar (OST), da Orquestra de Sopros da Covilhã, da Camerata de Sopros Fernando Lopes-Graça e maestro da Filarmónica SAMP – Pousos/Leiria. Obteve aulas de Direção de Orquestra com os maestros Jean-Sebastien Berreau, Jouke Houekstra, Steven Davis, Félix Hauswirth, Ferrer Ferran e Alberto Roque. Enquanto maestro trabalhou com solistas como: Tiago Rosa (Fagote), Bruno Cruz (Trompa), Bruno Pascoal (Eufónio), Fábio Palma (Acordeão), Mariana Barradas (Violoncelo), Daniel Frazão (Clarinete), José António Lopes (Saxofone), Carlos Cardoso (Tenor), Carla Pais (Soprano), Cláudio Pinheiro (Trompete) e Alberto Roque (Saxofone).

Dirigiu, como maestro convidado, a Orquestra de Sopros da Universidade de Évora, o Ensemble de Flautas da Academia de Flauta de Verão, a Unión Musical San Roque (Valência – Espanha) e a Frysk Fanfarre Orchestra (Holanda), apresentando-se como solista com as duas últimas formações e ainda com a Orquestra de Sopros do Médio Tejo (Tomar), com a qual estreou a obra a si dedicada, Easter Paraphrase, do compositor espanhol José Blesa-Lull. Em Maio de 2018 é professor convidado do ciclo de Masterclasses do Conservatório Professional de Música de Llíria (Valência/Espanha).

É desde 2013 Diretor Artístico dos Estágios de Orquestra de Sopros do Médio Tejo. É membro fundador da Associação The BellsBrass Ensemble. Integra o corpo docente do Conservatório de Artes da Canto Firme, no qual assume a classe de Flauta Transversal dos Cursos Profissionais de Musica, sendo ainda diretor artístico dos Ciclos de Concertos Cantar Natal e Maio Música, desenvolvidos em parceria entre a Canto Firme – Associação de Cultura e o Município de Tomar.

Desde de setembro de 2018 assume a direção pedagógica colegial da Escola de Artes da Sociedade Artística Musical do Pousos (SAMP).

Regulamento 7 AFV 2019

A 7ª AFV aceita 24 participantes ativos, e um número ilimitado de ouvintes.

Inscrições:

-A inscrição deverá ser feita num computador fixo ou portátil

- Participantes ativos: 165€

- Este valor inclui estadia no Regimento Militar.

- Há desconto para participantes ativos da 6ª AFV 2018 e alunos da Canto Firme no valor de 15€.

- Os alunos que possuam uma Flauta Alto ou Flauta Baixo e que a possam trazer para a AFV terão ainda um desconto adicional de 20€ na propina.

- A inscrição inclui o pequeno-almoço de Quinta-Feira a Quarta-Feira, e um seguro de acidentes durante a semana da AFV.

- Ouvintes: 50€

- Os almoços não estão incluídos no valor da inscrição. O almoço tem um valor diário de 4€, excepto no Domingo dia 28 de Julho que não há serviço de refeitório, sendo que o valor dos almoços é de 24€. O valor dos almoços deverá ser pago no primeiro dia da AFV.

- A data limite de inscrição para participantes ativos é o dia 15 de Junho de 2019.

- A pré-inscrição de 50€ (não reembolsável) terá que ser transferida logo após a receção do e-mail de confirmação de inscrição. A divulgação dos nomes dos participantes ativos seguirá até o dia 20 de Junho 2018.

- No caso de o aluno ser aceite como participante ativo, terá de confirmar a sua presença até ao dia 1 de Julho de 2019, transferindo o restante montante da inscrição.

- Os alunos que sejam aceites na AFV deverão ainda de assinalar o campo na inscrição “Confirmo a disponibilidade durante todos os dias da 7ª AFV, sendo que assumo todos os ensaios e concertos de Música de Camara e Ensemble da AFV”.

- Por razões logísticas não haverá reembolsos das inscrições após essa data.

- Os ouvintes poderão inscrever-se até ao dia 24 de Julho de 2019. Estes ficarão em lista de espera para participação com activos, no caso de desistências de participantes activos. Neste caso, deverão transferir o resto da inscrição logo que possível.

- Os inscritos para participação activa que enviarem uma gravação não editada, de preferência vídeo (link no YouTube ou we transfer) terão maior oportunidade de serem aceites, sendo que esta gravação não é obrigatória, mas traduz-se numa maior possibilidade de aceitação.

- Para essa gravação solicitamos um estudo, ou um excerto de uma peça, ou um excerto orquestral, de duração máxima de 5 minutos, com ou sem piano.

- Há um número limitado de participantes na masterclasse do Professor, participantes esses que serão anunciados oportunamente.

- Pedimos que indique se tem um outro instrumento da família da flauta (piccolo (sem desconto), flauta em sol, etc) que possa trazer para a AFV.

- Por favor indique-nos também se gostaria de experimentar tocar numa flauta grande no Ensemble da AFV.

The 7th AFV accepts 24 active participants, and an unlimited number of listeners.

Registrations:

-The registration must be done on a fixed or portable computer

- Active participants: € 165

- This amount includes stay in the Military Regiment.

- There is a discount for active participants of the 6th AFV 2018 and students of Canto Firme in the amount of € 15

- Students who have a Alto Flute or Bass Flute who can bring it to AFV will also have an additional € 20 discount on the tip.

- The inscription includes the breakfast from Thursday to Wednesday

, and an insurance of accidents during the week of the AFV. Search:

- The lunches are not included in the registration fee. The lunch has a daily value of € 4, except on Sunday 28 July that there is no cafeteria service, and the value of the lunch for all days is € 24. The value of the lunches must be paid on the first day of the AFV.

- The deadline for registration for active participants is June 15, 2019.

- The pre-registration of € 50 (non-refundable) will have to be transferred shortly after receipt of the registration confirmation e-mail. The names of the active participants will be announced until June 20, 2018.

- In case the student is accepted as an active participant, you must confirm your presence until July 1, 2019, transferring the remaining amount of the registration. 

- Students who are accepted to the AFV must also indicate the field in the inscription “I confirm the availability during all the days of the 7th AFV, being that I take all the rehearsals and concerts of Chamber Music and Ensemble of the AFV”. 

- For logistical reasons there will be no refunds of registrations after that date. 

- Listeners will be able to register until July 24, 2019. These will be on the waiting list for participation with assets in the case of active participant withdrawals. In this case, they should transfer the rest of the registration as soon as possible. 

- Those registered for active participation who send an unedited recording, preferably video (link on YouTube or we transfer) will have greater opportunity to be accepted, and this recording is not mandatory, but it translates into a greater possibility of acceptance. 

- For this recording we request a study, or an excerpt of a piece, or an orchestral excerpt, of maximum duration of 5 minutes, with or without piano. 

- There are a limited number of participants in the teacher’s class, which will be announced in a timely manner. 

- We ask you to indicate if you have another instrument of the flute family (piccolo (no discount), flute in the sun, etc.) that you can bring to the AFV. 

- Please also tell us if you would like to try playing a large flute at the AFV Ensemble.

Em Foco

em-foco-2019A Academia de Flauta de Verão (AFV) pretende dar a oportunidade aos autores de trabalhos académicos, inclusive teses de mestrado e doutoramento, submetidos nas Escolas Superiores e Universidades, em Portugal e no estrangeiro, de apresentarem a sua tese. O autor não tem que ser flautista, mas o tema deve ser pertinente para os participantes da Academia de Flauta. Os temas podem tratar de qualquer assunto (questões estilísticas ou interpretativas, respiração, etc) desde que esteja relacionado com a flauta ou a vida de um flautista.

A maioria dos temas entregues nas Universidades e Escolas Superiores são pertinentes para alunos, professores, amadores e profissionais. Todos podemos beneficiar! Por isso a AFV quer encorajar estes alunos a apresentar esse trabalho, quer seja em forma de palestra, quer em forma de concerto-conferência, conforme opção do candidato.

As teses devem estar acabadas e entregues. Podem inscrever-se autores de trabalhos entregues nos últimos 10 anos (desde 2008). Cabe ao autor decidir como quer gerir/utilizar o tempo que tem à sua disposição.

 

O que a AFV oferece:

1)      espaço durante a 7ª AFV (25-31 de Julho de 2019) de entre 45′ e 90′ para apresentação da tese

2)      uma página no site em academiadeflauta.com dedicado à tese, desde que seja fornecido todo o material necessário (imagens, textos, etc)

3)      convite para participação como ouvinte na 7ª AFV

4)      diploma de participação como “Convidado Especial”

5)      almoço no dia da apresentação de tese

Inscrição:

1)      sumário da tese a apresentar, ocupando, no máximo, uma página A4

2)      CV do aluno, com indicação da Escola/Universidade, professor, etc

3)      listagem do que será necessário para a apresentação da tese (a AFV não fornece quaisquer equipamentos multimédia, tais como projectores e ecrâns)

Data limite de entrega: 30 de Junho de 2019 por email

Para mais informações, por favor contactar a AFV pelo email academiadeflautadeverao@gmail.com

Concurso de Composição

5ºConcComposição-AFV-small

Link acesso fiche de inscrição para o 5º Concurso de Composição da Academia de Flautas de Verão

http://academiadeflauta.com/concurso-de-composicao

Nota: Os dados solicitados serão tratados e cuidados com segurança ao abrigo do Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD) – Regulamento 2016/679, de 27 de Abril.

 

Ficha de Inscrição:

Campos marcado com * são obrigatórios.

Detalhes

Início:
25 Julho, 2019
Fim:
31 Julho, 2019
Event Categories:
,

Organizador

Academia de Flauta de Verão
Telefone:
249 314 251
E-mail:
Site:
http://academiadeflauta.com/

Local

Conservatório de Artes Canto Firme
Telefone:
249314251
Rua D.Lopo Dias de Sousa, 8C, Tomar, Santarém 2300-483 Portugal
+ Google Map
Site:
www.cantofirme.pt